Português English
Jogos de 2023 feature
2023.12.31

Jogos de 2023

PortuguêsEnglish

A cada ano, tento compilar uma lista de jogos, livros e filmes que experimentei. Para a lista completa, confira as Avaliações. Lá vamos nós (ordenados por classificação e depois alfabeticamente)!

Este ano, minha biblioteca de jogos ultrapassou os 1000 jogos. 1/3 deles nunca toquei. 1/3 joguei apenas superficialmente. Então, posso parar de comprar jogos por um tempo e ainda ter muita diversão.

Terminados

  1. Battlefield 5: Joguei apenas a campanha para um jogador, e, assim como seu antecessor Battlefield 1 (9★★★★★★★★★), adorei. Histórias curtas sobre vários personagens e locais de guerra, cada um com mecânicas únicas.
  2. Hades (9★★★★★★★★★): Um loop de jogo incrível, mostrando o melhor da jogabilidade “morrendo e repetindo” típica dos rogue-like. A quantidade de diálogo e os personagens dublados é simplesmente incrível.
  3. Skyrim (9★★★★★★★★★): pós uma década, finalmente completei a lenda do Dragonborn na terra dos Dovah! Depois de assistir a alguns vídeos hilários do canal The Spiffing Brit explorando suas mecânicas, fui convencido a recomeçar. Instalei uma dúzia de mods para melhorar visuais e interface. Está muito melhor.
  4. Assassins Creed Syndicate: Surpreendentemente bom. Protagonistas razoavelmente relacionáveis. Bom ciclo de jogabilidade, apesar das missões secundárias repetitivas e uma trama atual sem brilho.
  5. Dr Langeskov: Diversão hilária em um jogo experimental. História e humor de alta qualidade. E é grátis!
  6. Strange Horticulture (8★★★★★★★★): Um quebra-cabeça único sobre a escolha de flores com base em descrições, dicas e pistas sobre sua utilidade. A história subjacente de Cthulhu-lite adiciona um toque agradável.
  7. 3 out of 10 Season 2 (7★★★★★★★): Não inovador e às vezes entediante. Como desenvolvedor de jogos, tenho uma apreciação mais profunda pelo seu humor.
  8. Call of the Sea (7★★★★★★★): Jogo curto de quebra-cabeças com uma temática meio Lovecraftiana.
  9. Cube Escape Paradox 1 (7★★★★★★★): A primeira metade do jogo de quebra-cabeça (um jogo completo por si só) é gratuita. Jogabilidade semelhante a uma escape room com uma trama misteriosa. Parte de uma experiência multimídia mais ampla (com um filme e um segundo jogo para complementar a história).
  10. Homeworld Deserts of Kharak: Visualmente adorável, boa história (embora um pouco confusa para quem não se lembra da história principal do jogo). Focado em combate sem grandes elementos de construção.
  11. Lucifer Within Us (7★★★★★★★): Uma aventura curta bastante agradável com um tema sombrio.
  12. Quadrilateral Cowboy (7★★★★★★★): Um jogo de hacker maluco com várias maneiras de resolver quebra-cabeças e visuais únicos.
  13. The Fall (7★★★★★★★): Um jogo curto de quebra-cabeça (com pouca ação) com uma premissa e história legais.
  14. Bernband (6★★★★★★): Um jogo sensorial experimental, um verdadeiro simulador de caminhada focado em relaxamento. E é grátis.
  15. Dear Esther (6★★★★★★): Um enigma visualmente deslumbrante envolto em um enigma, perfeito para jogadores que gostam de suas tramas como arte abstrata.
  16. Ghostwire Tokyo (6★★★★★★): Nos primeiros momentos do jogo, eu esperava um jogo de horror. O clima começa definitivamente assustador. Mas depois de algumas horas, descobri que o stealth é quase um manha, exceto para alguns chefes. Os colecionáveis no mundo aberto são 99,999% sem sentido.
  17. Old Mans Journey (6★★★★★★): Um pequeno jogo relaxante sobre um velho atravessando paisagens. Não faz mal, mas também não deixa uma marca.
  18. Oxygen Not Included (6★★★★★★): A Klei não é famosa pelo gênero RTS, mas tentou misturar RTS com sobrevivência como Don’t Starve. Não é ótimo, mas é agradável.
  19. Shadow of the Tomb Raider (6★★★★★★): Ele se arrasta pela selva, onde o combate parece uma tarefa, a travessia falta emoção, e a história e os personagens são tão clichês quanto podem ser.
  20. The Silent Age (6★★★★★★): Um quebra-cabeça curto. Legal, mas não notável.
  21. Rage 2 (5★★★★★): A jogabilidade é boa, mas a história é apenas razoável. Parece apressado, já que os últimos 25% do mapa são meio irrelevantes. Prefiro Mad Max (7★★★★★★★) ou Just Cause 3 do mesmo desenvolvedor.
  22. Baba Files Taxes (4★★★★): Um jogo experimental do mesmo criador de Baba Is You (7★★★★★★★).

Ainda Jogando

  1. Beyond Two Souls: Iniciando este jogo guiado pela história com minha esposa. Esperando terminá-lo nas próximas semanas. Heavy Rain provavelmente será o próximo.
  2. Deadloop (8★★★★★★★★): No meio do jogo e adorando. Os protagonistas são incríveis, embora alguns “chefes” sejam bem menos interessantes. As personalidades são difíceis de definir, mas espero me acostumar com elas. Notavelmente, parece um pouco fácil demais.
  3. Metal Gear 5 The Phantom Pain: Tentei jogá-lo anos atrás e achei a história hiperconfusa. Dando outra chance agora, percebendo que Kojima buscou uma analogia com referências do mundo real. Semelhante a Death Stranding (7★★★★★★★).
  4. The Dungeon of NaheulbeukThe Dungeon of Naheulbeuk: The Amulet of Chaos (8★★★★★★★★): Não vi isso acontecendo, um RPG clássico de turnos genuinamente engraçado com humor de alta qualidade.
  5. Mortal Shell (8★★★★★★★★): Uma aventura difícil em um mundo lindamente assustador e implacável, onde cada vitória parece bem merecida. Meu controle do Xbox parou de funcionar, então está aguardando um conserto.
  6. Paradise Killer (8★★★★★★★★): LOUCO! Não deixe que os visuais te enganem. Incrível. Adorando este incrível jogo de detetive verdadeiro onde, até onde eu sei, você pode tirar qualquer conclusão que quiser.
  7. Desktop Dungeons (7★★★★★★★): Joguei uma versão web demo há anos e gostei tanto que até comprei Dungeons of Dredmor por engano. Nunca me lembrei do nome do que eu gostava, mas recentemente eles criaram uma versão remasterizada e deram o original de graça. Muito inteligente e difícil.
  8. Duskers (7★★★★★★★): Recomendado pela RPS e lançado gratuitamente na Epic Game Store. Apresentação visual única deste rogue-like à la Matrix.
  9. Overland (7★★★★★★★): Um jogo de quebra-cabeça com tema pós-apocalíptico.
  10. Subnautica (7★★★★★★★): Joguei anos atrás, aproveitando a natureza aberta do jogo. Jogando novamente para terminar.
  11. The Other Worlds (7★★★★★★★): Uma adição recente do Amazon Prime Gaming, apenas arranhando a superfície.
  12. Pikuniku (6★★★★★★): Meio jogo para crianças, muito acolhedor.
  13. Titan Souls (6★★★★★★): Um jogo indie expandido de uma competição de jogos de 48 horas, muito bom. Me perdi um pouco no mapa, mas os chefes são únicos e desafiadores.

Não terminado ainda (por um motivo ou outro)

Muitos projetos mal começados. Instalados para testar, mas principalmente em um limbo - em andamento ou acumulando poeira. Contos inacabados de exploração e hesitação.

  1. Disco Elysium (9★★★★★★★★★): Caramba! Ganhei do meu irmão no meu aniversário, tive apenas alguns minutos para jogar, mas já está se tornando um favorito.
  2. Astrologaster (8★★★★★★★★): Pequeno jogo indie com humor maluco. Gostei muito até agora.
  3. Black Mesa (8★★★★★★★★): O remake oficial/não oficial do Half-Life 1. Excelente! Curioso para ver o que foi tão especial em HF1 depois de terminar Half-Life 2 (8★★★★★★★★) no ano passado.
  4. GRIS: Primeiro nível bonito.
  5. Shadow Tactics (8★★★★★★★★): Gostei do raciocínio neste jogo. Definitivamente, um que tentarei completar mais cedo ou mais tarde.
  6. Supraland (8★★★★★★★★): Mais difícil e muito mais longo do que o esperado, mas adorando o tom sarcástico e a tonelada de piadas.
  7. Thronebreaker (8★★★★★★★★): Um ótimo RPG usando as mecânicas centrais do jogo de cartas Gwent. Premissa única e um jogo MUITO bom.
  8. Unravel Two (8★★★★★★★★): Ainda para terminar com minha esposa. Ritmo lento e tolerante, permitindo jogadas infrequentes.
  9. War of Mine (8★★★★★★★★): Bem no meu terceiro jogo, mas ainda para sobreviver e ver os créditos do jogo.
  10. While True Learn (8★★★★★★★★): Quebra-cabeças de programação lógica. Surpreendentemente divertido e desafiador para um programador. Os bônus especiais para soluções otimizadas solicitam várias jogadas para cada cenário.
  11. Baba Is You (7★★★★★★★): Joguei alguns níveis, até o segundo ou terceiro “mundo”. SUPER inteligente.
  12. Cloudpunk (7★★★★★★★): Visuais estranhos e jogabilidade relaxante. Você é um motorista de táxi em uma cidade futurista.
  13. Death Stranding (7★★★★★★★): Simulador de caminhada à la Kubrick. Pausado para focar em Metal Gear 5 The Phantom Pain para uma melhor compreensão das últimas empreitadas de Kojima.
  14. Deus Ex Mankind Divided: Gostei do primeiro título, Deus Ex Human Revolution, mas este é um jogo muito inferior. A história não é boa e o gameplay não é divertido até agora.
  15. Heaven s Vault: Jogo altamente antecipado, joguei um pouco e gostei da história até agora. Espaço para várias jogadas para explorar todos os ramos possíveis (não tenho certeza se faria isso, no entanto).
  16. Observation (7★★★★★★★): Narrativa excelente apesar dos controles desajeitados. Removido para liberar espaço; refazer a narrativa pode ser desafiador depois de alguns meses.
  17. Superhot Mind Control Delete (7★★★★★★★): Joguei várias fases, ainda para terminar.
  18. Surviving Mars (7★★★★★★★): Joguei algumas vezes, mas nunca completei um único nível. É monótono.
  19. Breathedge (5★★★★★): Este “Subnautica no espaço” é engraçado, mas o ciclo de jogabilidade não é envolvente. Considerando desistir disso.

Sempre Jogando

Alguns que jogo eventualmente. A maioria deles são jogos de estratégia. Nada novo em relação à lista do ano passado, exceto:

  1. Fall Guys (8★★★★★★★★): Finalmente consegui fazê-lo funcionar no Linux (não trivial devido aos componentes anti-cheat), então pude jogar sozinho e com minha esposa este jogo engraçado e descontraído. Seus controles são simples o suficiente para minha esposa tentar jogar um jogo competitivo.

Próximos jogos na minha mira

Finalmente, aqui está uma lista de jogos que já tenho em minha coleção e planejo jogar nos próximos meses. É um pouco ridículo falar sobre o próximo jogo, considerando a quantidade de jogos inacabados, mas o catálogo é tão vasto que posso me dar ao luxo de jogar com antecedência.

  1. Doki Doki Literature Club: Não é particularmente do meu estilo, mas intrigado pelas críticas positivas. Joguei por apenas alguns minutos.
  2. Ghost of a Tale: Acompanhei o processo de desenvolvimento por um bom tempo porque foi feito usando o Unity3D. Parece adorável.
  3. Heavy Rain: Planejo jogar este aclamado jogo guiado pela história da Quantic Dream com minha esposa.
  4. Hitman: Nunca terminei Contracts devido ao perfeccionismo. Esperando jogar de forma mais relaxada com este.
  5. Prey Mooncrash: Sou fã de ideas de viagem no tempo/loop. Comprei este mas dias depois ganheio Deadloop (8★★★★★★★★) (jogo seguinte da mesma empresa) de graça.
  6. Undertale: Iniciei várias vezes, mas a falta de saves sincronizados (usando o Steam) me fez começar do zero a cada vez.
  7. We Are There Together: Comprei para jogar com minha esposa, mas não está incluído em Play Together no Steam. Considerando convencer outra alma a jogar comigo.
  8. XCOM 2: Recebeu elogios nos últimos anos. Hora de dar uma olhada.

Bruno MASSA